Chegamos!

Nossa! Cruzar o continente, atravessar cordilheiras, viajar mais de 800 km por dia, nada disso se compara a chegar em Florianópolis e ter uma visão do inferno! A parte mais estafante, quente, desconfortável, perigosa e cansativa foram os 200 km que separam Lages de Floripa. Tinha obras na estrada, loucos no volante, ineptos dirigindo, engarrafamentos por toda parte, caminhões soltando fumaça preta e gente sem saber para que lado ir. Fila da BR-101, fila da via expressa, fila da ponte, fila da Beira-mar. Enfim, de volta ao lar-doce-lar….
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: