Archive for fevereiro \27\UTC 2007

Imagens de Brasília

27 fevereiro 2007

brasilia-4.jpg

Já tinha estado várias vezes em Brasília, mas ainda não tinha tido oportunidade de passear pela cidade. Como eu tinha uma palestra lá na segunda-feira de manhã, acabei passando o domingão na Capital Federal. Agora é época de chuva e o dia estava lindo e misterioso. No melhor estilo andarilha, caminhei mais de 20 km (da torre da TV até o Palácio da Alvorada, ida e volta) e pude desfrutar da beleza especial desse lugar no meio do Brasil. Vem conhecer um pouquinho de Brasília comigo! (more…)

Anúncios

A senhora tem razão

25 fevereiro 2007

Ontem fui de Floripa e Joinville de carro e, morrendo de fome (não tive tempo de almoçar), resolvi comer na estrada. Na altura de Porto Belo vejo uma seqüência de placas (daquelas bem poluentes e numerosas) indicando um novo posto Angeloni. Uma placa oferecia Internet. Outra, lanchonete e restaurante. Pelas indicações, parecia que o paraíso ficava ali mesmo. Oba, um posto novinho! É lá mesmo, pensei, olhando para o indicador de combustível que já indicava um quarto de tanque.

Enquanto abastecia (tudo era bem novinho), reparei que a lanchonete ainda não estava aberta (ainda tinha “X” branco nos vidros). Enfim, além das bombas, só mesmo umas geladeiras da Coca-Cola no lugar onde deveriam vender óleos e aditivos.

Frustada, fui comprar pelo menos uma água mineral (não tinha). Avistando um rapaz com pinta de gerente, fui logo reclamando da propaganda enganosa. Afinal, eu parei ali por causa dos anúncios, estava faminta, morrendo de sede me sentindo enganada. O pinta-de-gerente educadamente fez o seguinte e memorável pronunciamento: “A senhora tem toda razão de estar chateada. Sabe que quase todo mundo que pára aqui reclama da mesma coisa?“. Abriu um sorriso amarelo e deu o caso por encerrado.

Se isso não é um baita case de marketing, então não sei mais o que pensar.

Dicas de design

22 fevereiro 2007

Quer ler (e ver) dicas muito legais de design gráfico? Vá até a Before&After e saiba como fazer coisas lindas. Eles contam todos os segredos. Impossível resistir!

masthead.jpg

Design da informação

20 fevereiro 2007

O design da informação estrutura a comunicação de acordo com os critérios do bom design, ou seja, com foco no usuário. É uma pena que pouca gente leve isso a sério. Está sendo veiculado na rádio um informativo da CELESC que começa com um ameaçador: “Vai faltar energia elétrica!“; e continua: tais dias, tais horas. Por último, bem no final, o locutor finalmente revela o local.

electric_bulb.jpg

Ora, você escuta isso meio distraído quando, no final, se dá conta de que vai faltar luz na sua rua! Mas quando mesmo, a que horas? Azar, essa informação ficou lá atrás, irrecuperável. Por que eles não falam o nome da rua e do bairro em primeiro lugar? Esse jeito torto de comunicar só serviu para incomodar quem estava em casa, tranqüilo. Não ajudou em nada. Ah, como o bom design faz falta na vida da gente…

Barrada no site

19 fevereiro 2007

titbrowser.jpg

Faz anos que não visito pessoalmente o belíssimo Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, e, num acesso de curiosidade para ver o que estava rolando por lá, resolvi fazer uma visita virtual. Fui barrada como uma pária. Meu crime? Como 10 em cada 10 pessoas apaixonadas por design, prefiro usar um computador Apple (meu navegador é o Safari). Olha só a janela que eles bateram na minha cara:

msg.jpg

O que dá para inferir dessa infeliz experiência é que o Museu da Casa Brasileira não me quer como visitante. Eles pedem desculpas pelo transtorno, mas a tradução correta da frase é: “se você não tem um desses navegadores para nos visitar, azar o seu!”.

Parece também que eles contrataram designers que ignoram solenemente todos os principais conceitos do bom design: usabilidade, portabilidade, foco no usuário (e não no conforto do programador). Ou será que quem fez essa obra prima não foi um designer? Sei não, o Museu da Casa Brasileira, uma das referências do design no Brasil, não faria isso. Ou faria?

Minhas revistas favoritas

18 fevereiro 2007

ph05r_cover_s.jpg

Como leitora compulsiva, assino várias revistas e compro outras tantas na banca. Veja as minhas preferidas e saiba o que cada uma tem de especial.

Veja [assinante]: Não vivo sem. Adoro o Diogo Mainardi e o Roberto Pompeu de Toledo. Parece até que fui eu quem escreveu as resenhas dos filmes, de tanto que o nosso gosto bate.

TPM [assinante]: TPM quer dizer Trip Para Mulher. É uma das poucas revistas femininas que não ensinam como seduzir um homem ou emagrecer sem esforço, o que já é uma evolução.

ARCDesign [assinante]: É a revista mais linda e maravilhosa disponível no mercado. É um prazer pegá-la, cheirá-la, olhá-la. Imperdível.

ABCDesign: Essa revista é bonita e bem acabada. Vale a pena conferir.

Vida Simples: O conteúdo é bem fraquinho, mas cheguei a assiná-la por dois anos só por causa da diagramação. É simples, limpa, conceitualmente muito bem projetada. Uma aula de design.

Piauí: Descobri essa revista há pouco tempo e foi uma grata surpresa. Com um formato totalmente diferente e um nome bem inusitado, dentro dela dá para ler tudo! Juntaram um monte de gente inteligente para falar sobre todos os assuntos. A revista mais parece um blog de luxo!

As revistas de design importadas ainda são muito caras para mim, mas sempre que posso gasto algumas horas babando sobre a Graphis, I.D., Frame, Wallpaper e Communication Arts.

Também gosto de ler Superinteressante, Casa Cláudia, National Geographic, Elle, Exame, Bravo!, Você S/A e tudo o mais que cair na minha mão. Ah, e admito sem nenhuma vergonha: adoro ver as figurinhas da revista Caras no cabelereiro. Acredito com fervor que momentos de futilidade precisam ser coerentes em todos os aspectos.

Ser designer

18 fevereiro 2007

Quem me mandou essa pérola foi uma aluna da Unisul (a Bárbara). Não sei onde ela conseguiu isso, mas eu achei uma jóia. E ainda fiquei morrendo de vontade de conhecer a avó do tal Tiago (que, pelas expressões, deve ser português). Será que foi ela quem ensinou tudo isso a ele? Clique na imagem e confira!

Ser Designer